quarta-feira, 20 de julho de 2016

LEGENDA PRA DIZER NADA

Aborto, fora Dilma, caso D. Aldo, virgindade, estupro, caso Rebeca? Qual seriam os tais temas polêmicos que o secretário abordaria? Nada além de política, política e política. Polêmica causou foi na redação do Bucho Furado pra ver quem capturava a foto acima. Pelo último resultado das pesquisas, além de mudar o horário do programa policial da Clube, ops Manaíra, o pessoal da produção poderia mudar também essas frases que pretendem chocar, mas não dizem nada. Com a mudança do policialesco/popularesco pro meio dia, o Primeiro Plano vai cair pra segundo. Piada sem graça do diretor do BB, mas temos que botar pra não perdermos o bico. Estamos de olho!!!

COMITÊ GAZEIA A AULA DE PORTUGUÊS

Antes de o autor, ou autores dessa agressão linguística pedirem o fora Temer, deveriam ter 'dado um fora' neles mesmos. Será possível que na entrada de uma instituição de ensino superior são toleráveis erros como os dois destacados acima? Estamos de volta e de olho!!!
Em tempo: bem-vindos (com hífen sim senhor). E essa crase? Preguiço vai consultar a Gramática.
E quem quiser que repasse pelo zapzap o link dessa "barberagem" gramatical. A gente é que não vai.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

DEMISSÕES DE UM LADO E DE OUTRO, REPÓRTERES SAINDO PELO LADRÃO

Semana passada foi Laura Luna e outros tantos na TV Tambaú e hoje o emaranhado Correio demite Eugênia Victal e Jomar Bombril Brandão. 'A lista de Schindler' invertida de 2016 está só começando. A rádio corredor já especula os próximos "presenteados" com o cartão vermelho. Lá pela Mons. Walfredo Leal, no sistema Canjiquinha... a conversa toma outro rumo. Enquanto a produção agoniza com as pressões diárias de pautar tudo em tempo recorde, nunca na história desse Estado, se viu tanto repórter por metro quadrado. Será que tem alguém pensando que repórter ou apresentador que se acha "estrela" sustenta uma audiência sozinho(a)? Pobres diretores de jornalismo que não se conscientizam que uma boa produção salva qualquer repórter, mas um repórter, por melhor que seja, dificilmente vai "parir" uma boa reportagem sem os suadores de camisa que ficam nas redações aguentando chiliques e sofrendo a pressão diária. Nem vamos colocar os impropérios que o gaiato de plantão gritou lá do seu cantinho no café. Estamos de olho!!!

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

PROBLEMAS ANTIGOS, ERROS REPETIDOS

Esse mosquitinho em destaque vem provocando dores, inclusive de cabeça, em muita gente. Não vamos falar das irresponsabilidades dos governantes que fizeram de conta que ele estava sob controle, não. Vamos falar, mais uma vez, que nossos colegas jornalistas continuam, assim como o mosquito, a disseminar o erro quanto ao seu nome correto. A formação do nome (em latim) tem um "A" colado com o um "E" no início (Æ). Só que esse A não se pronuncia. o "Æ" tem apenas a pronúncia de "E". A pronúncia correta de aedes aegypti é: edes egipti. Simples assim. Em nome das precárias condições do coração do gaiato de plantão deste blog, pedimos aos caros colegas de profissão que não repitam tal erro. Caso duvidem da nossa dica, consultem o professor Francelino quando ele estiver na CBN toda segunda de manhã. O véio gaiato quase tem um troço com tantos erros repetidos hoje pela manhã. Se liga Pat. Estamos de olho!!!

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

TEM CERTEZA?


Pelo andar das várias CPIs que acontecem mundo afora, acreditamos que nossos amigos do PautaPB devem ter certeza absoluta que o "resultado deve resultar". Em que? Quem sabe? Mas, o "resultado deverá resultar" em alguma coisa. Olhando para o gaiato de plantão deste blog, ele, da possuído pela sua descrença rumorejou algo que não deu pra traduzir. Estamos de olho!!!

terça-feira, 27 de outubro de 2015

E DAÍ???

E daí? O que é que muda esse título em relação ao que foi denunciado? Até a imprensa que fica a serviço do império, deve ter um mínimo de sensatez ao escrever coisas desse tipo. Tudo bem que ninguém é imparcial, mas bem que poderia se expor menos. E daí se o médico é parente do vizinho do outro lado da rua, de um primo distante do cunhado do suplente do deputado tal? O que se deveria investigar é se a denúncia de equipamentos que não funcionam, é verdadeira. Ao contrário, muitos colegas nossos, ficam tentando desacreditar (ou julgar) o médico que muitas e muitas noites fica acordado salvando vidas. Noutras épocas já expuseram até contra-cheque de médicos (sempre do Trauma) na intenção apenas de se mostrar alguém que é "rico". Talvez para colocar a população contra esse profissional. E médico precisa ganhar bem mesmo. Estudou 6, 8, 10 anos pra se capacitar. Quando um médico entra numa sala de cirurgia, não distingue se o paciente é milionário ou meliante. Ele trabalha pra salvar a vida que está logo ali na sua frente. Quanto à exposição do paciente... alguém viu? Só se tiver a visão de raio X, e acho que nenhum jornalista, na Terra, já alcançou essa evolução. Graças ao bom Deus. Estamos de olho!!!

terça-feira, 13 de outubro de 2015

ALPB É UMA SÓ

Tudo bem que são muitos deputados na Assembléia Legislativa, que eles ajuuuuuudam bastante os nossos colegas jornalistas, mas cometer um erro como esse de pluralizar a sigla, vai bem além das nossas possibilidades. Brincadeiras à parte, os nossos companheiros de redação do ParaíbaJá confundem texto com título. Queriam dizer "parlamentares da...", mas não o fizeram. Assembléia, por mais que se dê uma permissão poética ou qualquer outra desculpa para o erro, ainda é singular. Outra falha bem constante, não só no referido site, é o uso de vírgula ou ponto e vírgula quando, na realidade há necessidade de ponto final. São duas orações que podiam ser unidas pela conjunção "e" facilmente, mas, ao que parece, há uma necessidade de se tentar complicar a escrita. Estamos de olho!!!

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

TODO MUNDO DE OLHO E... O JPB2 NÃO DEU

O governo assusta todo o país com as últimas notícias sobre cortes aumento de impostos e, simplesmente, os donos do JPB2 não deram nada. Nada mesmo. Não precisa dizer, aqui, que outros telejornais também fizeram o mesmo. O coitado do Tambaú Notícias é gravado no final da tarde e nem soube dos cortes. Eita que isso é coisa de quem está em crise faz tempo. Voltando ao JPB2, esse é de longe o principal jornal televisivo das noites paraibanas, e passar em branco o arrocho do governo federal... não tem preço, ou seja, não tem explicação. Será que perderam a ideia do que é jornalismo? Estámos de olho e o JPB2 não deu, nada!!!
Só pra instigar: se corte no Pac, no Minha Casa Minha Vida, nos concursos, nos reajustes salariais, volta da CPMF, não são motes jornalísticos, o que é? Ou será que a população paraibana vai dormir em berço esplêndido hoje?

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

FOTO? PEGA QUALQUER UMA AÍ

 
Pra ser Jornalista, Jornalista de verdade tem que possuir alguns requisitos. Um deles, que nós defendemos com "unhas e dentes" é o Diploma do Curso de Jornalismo oferecido pela UFPB. Condição inegociável. Quem quiser que faça estripolias (ou estripulias, como queiram), tente gritar que não é preciso, que o Curso não forma um jornalista. Tudo isso, preste bem atenção, é desculpa de quem não se formou num curso superior, ou fez outro qualquer e acha que pode ser Jornalista. Tentam esconder frustrações pelo fato de não terem passado pelas mãos de grandes professores que ensinam o que é e como se faz o verdadeiro Jornalismo. Questões à parte, para se tornar um Jornalista e não apenas um digitador, temos que saber o mínimo de fotografia. Nesse quesito, tem gente que está precisando, urgentemente, ir ao oftalmologista para conseguir ver a própria foto que usa em suas postagens. É o caso da matéria acima, no site da UFPB. Dá pra notar que quem fotografou estava muito preocupado com a tinta na parede em vez de capturar as figuras principais da matéria. Deve ter sido na base do "pega qualquer uma aí". E dizem que por lá tem professor de fotografia. Será? Chama o retratista Jorge Tadeu (personagem de Fábio Jr. na novela Pedra Sobre Pedra.). Santo Google. Ufa. Estamos de olho!!!

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

VERGONHA EM REDE NACIONAL, AO VIVO

05 de agosto de 2015: 430 anos da capital paraibana. Todo mundo querendo parabenizar João Pessoa, as produções das emissoras locais se desdobrando para caprichar nas pautas. Até aí tudo bem. Cumprimos o dever de casa. Mas, aí nos aparece o SECRETÁRIO DE CULTURA DO ESTADO DA PARAÍBA, em rede nacional, ao lado de Fátima Bernardes, no programa Encontro da Rede Globo e... e nada. Começa a falar, vai cantar e... (em pleno ANIVERSÁRIO DE 430 ANOS DA NOSSA CAPITAL), nada. Se dirige para uma cadeirinha de bar com seu violão, e... é salvo no meio do caminho por alguém da produção que buzinou no ouvido de Fátima Bernardes que hoje, 05 de agosto de 2015 É O ANIVERSÁRIO DA 3ª CIDADE MAIS ANTIGA DO BRASIL: JOÃO PESSOA. Sr. secretário de Cultura ao ser pego de surpresa pela santa salvadora Fátima, diz algumas poucas palavras soltas sem pé e sem cabeça. Vergonha para nós telespectadores que comemoramos mais uma data de fundação da nossa Capital. A quem de direito, por favor avise ao sr. secretário de Cultura da Paraíba o que representa esta data. Pois não é que, ano passado, algum desavisado da nossa pobre imprensa pobre alardeou que este cidadão seria cotado para ministro da Cultura do Brasil. Qual o cacife? Em tempo: quais projetos existem nessa secretaria que o sr. Chico Cezar "toma conta" há 5 anos? Terá o nosso secretário passado por uma amnésia histórico-cultural ao esquecer do aniversário de João Pessoa quando neste mesmo dia o patrão dele inaugura o teatro do Centro de Convenções? O gaiato de plantão grita lá da copa: cantou duas músicas meia boca dessas que a gente ouve só pra não desagradar o amigo. E é porque o nosso secretário é formado em Jornalismo.  Estamos de olho e com vergonha!!!

Em tempo: Chico Cezar não é mais secretário de Cultura da Paraíba. Mas, isso muda em nada a tristeza de ele não ter lembrado, em rede nacional, da cidade que o acolheu

segunda-feira, 20 de julho de 2015

FALTA DE INVESTIMENTO

Quanto vale um "S"? Vale o que se reflete em muitos meios de comunicação aqui no nosso Estado. Vale a falta de investimento nas equipes. Vale a falta de visão dos empresários em investir num curso de Português que recicle e atualize nossos colegas de redação. Vale, também, o próprio investimento que cada profissional pode e deve fazer procurando se aprimorar. Estamos juntos desejando e colaborando, um pouco, com os cuidados necessários para com a correta aplicação das regras gramaticais da nossa sofrida Língua Portuguesa. Estamos de olho!!!

quinta-feira, 7 de maio de 2015

SÍNDICO ASSASSINA CHEQUES?

O pobre jornalismo paraibano está tão impregnado de violência, que até um coitado de um síndico, em situação crítica, de vítima passa a acusado. É o que podemos constatar pela captura que fizemos no paraiba.com.br. Gastamos um bom tempo para arranjar uma piadinha daquelas características do gaiato desse blog, mas diante de tal descuido, ficamos sem inspiração. Que o nosso leitor se pronuncie. E pelo amor do Santíssimo, alguém diga lá no sistema gregoriano pra parar de cortar gastos, principalmente quando os cortes são nos bolsos dos empregados. Dá nisso que mostramos, acima. Estamos de olho!!!

terça-feira, 5 de maio de 2015

NOTÍCIA BOA E DESABAFO NO AR

Quem assistiu ao Conexão Master desta segunda-feira, pode ver o desabafo em tom de lavação de roupa suja (ou seria lavação de roupa suja em tom de desabafo?) do mega apresentador Alex Master Filho. O desabafo veio após Alex Filho revelar a novidade, aos seus telespectadores, que a TV Master já pode ser vista em Campina Grande pela Net. Conquista de quem já ralou muito para construir o canal de tv por assinatura com 24 horas de programação local. Conquista que é resultado de muita dedicação, ultrapassando alguns caminhos tortuosos e, em certos momentos desleais, talhados por pessoas que "investiram" no não-sucesso da TV Master. Tempo perdido. A TV Master passou pelas "tempestades" artificiais e hoje consolida seu espaço entre as emissoras paraibanas, guardadas as devidas proporções já que não possui canal aberto. Alex fincou sua cara de mal, difícil de ver por aí, e revelou para todos, que pessoas invejosas direcionaram esforços para desestabilizar a TV Master. Não deu nomes, mas quem é da imprensa sabe quem é o dito cujo. Nossos sinceros parabéns pela nova conquista da família Master. Estamos de olho!!!

domingo, 3 de maio de 2015

GAZEOU AS AULAS DE PORTUGUÊS



Tem gente escrevendo pro site da UFPB que passou pela porta da aula de Português, deu uma olhadinha e... escapou. Só pode. E deve ter aprendido a escrever em algum site anarquista contra as regras gramaticais. Só pode. Será que tem alguém por aí dizendo que não existe mais o hífen? Só pode. E pra comprovar que não estamos com preciosismo de um possível esquecimento, é só dar uma olhada no texto que segue (destaque em azul). Esquecimento? Não pode. O que pode, ou seja, deve; de dever, de obrigação, é conhecer as regras que regem a nossa Língua Brasileira. Isso sim é que pode, desculpe, é que não se pode esquecer. São Francelino, que dedicou boa parte da sua vida no magistério nas salas da UFPB, por favor, volte. VOLTE. O gaiato de plantão, dono desse blog, grita lá da copa com um copo de café frio na mão: será que esqueceram também que ainda existe vírgula? Deixamos para os nossos leitores descobrirem. Estamos de olho!!!

segunda-feira, 27 de abril de 2015

REVISTA PASSA POR CRISE TEMPORAL




Pelas nossas capturas, acima, dá pra notar bem que há uma crise temporal nas publicações oficiais da Universidade Federal da Paraíba. Até hoje não descobrimos a temporalidade, o intervalo entre uma e outra edição da UFPB em Revista. Passando em revista os números 8, 9 e 10, temos: agosto/2014, outubro/2014 e, pasme o nosso leitor, abril/2015. Nos últimos 6 meses nada foi publicado. Afinal qual a periodicidade que esses "jornalistas" trabalham? Porém, se o leitor pensa que esse é apenas um problema desse "periódico" que, em alguns momentos, fala até mal da própria instituição conforme já mostramos, veja o o que capturamos na edição 10, numa rápida visualização.  

Dá pra ser feliz com esse desconhecimento das proparoxítonas? Bem que podiam pedir a um professor do gabaritado pra fazer uma revisão. E essa foi só numa passadinha básica da vista. Imagina o que tem lá por dentro? Estamos de olho!!!