terça-feira, 11 de março de 2014

COMPRANDO A AUDIÊNCIA

Uma empresa séria e certa de estar cumprindo seu papel de bem informar seu telespectador, seu ouvinte, não precisa se valer de artimanhas para angariar audiência. Todo mundo sabe que estamos próximos de algum resultado do famoso e "assertivo" Ibope. Baseado nessa perspectiva é que concluímos que, a enxurrada de prêmios do Sistema Secom Correio nada mais é que uma disfarçada compra de audiência para criar pseudos números que possam refletir numa possível liderança. O gordinho depois que sentiu que não deu a audiência prometida no Cidade Alerta local, cuidou logo de trazer o iludido Vitor Freitas que, sentindo a o clima dos 'puxadores de tapete', de plantão instalados pelos corredores da afiliada da Record, cuidou logo de cair fora. Foi substituído pelo pastor que ficou sem mandato político. Estamos de olho!!!

2 comentários:

Anônimo disse...

Mas isso é o que o subjornalismo da boca do caixa, financiado pelo o governo do estado sempre faz: distorcer e manipular! Eles não valem absolutamente nada, nem o subproduto de seu processo digestivo…
A Tv Correio é hoje o retrato do povo paraibano, violento, sujo , mal educado e burro.. Em matéria de programação televisiva, a Correio é uma vergonha para o mundo. A melhor frase que sintetiza os "apresentadores e jornalistas" dessa emissora é …incapazes, capazes de tudo.

mgobi disse...

Bom seria fazer uma mea culpa: pseudos números,ao invés de PSEUDONÚMEROS, É DE ARROMBAR!