quarta-feira, 9 de julho de 2014

ESTRELISMO EM CÉU APAGADO

Definição de 'ESTRELA': astro que tem luz própria. Pois bem. Infelizmente, alguns colegas de profissão, mais notadamente os de televisão, acreditam que, por um toque divino, possuem luz própria como se fossem verdadeiros astros. Alguns jornalistas, radialistas e "araques" da profissão exercem suas funções como se somente por força da irrevogável Lei da Gravidade pisassem no chão. Acham que suas almas alcançarão o plano divino assim que deixarem esse planeta tão atrasado. Pelo menos para eles. Estão em todos os meios. Passam pelos colegas com sorrisos e elogios disfarçando sentimentos de inveja, ira, desprezo. Apresentam programas e/ou aparecem em reportagens certos que suas palavras ecoarão como leis mosaicas. Esta semana, uma das supostas "estrelas paraibanas" perdeu seu lugarzinho diante dos holofotes. Foi no sistema Gregoriano. O apresentador do Cidade em Ação se despediu do policialesco como se isso representasse uma grande perda para o sistema. Vã ilusão. Mas é assim que muitos colegas de profissão se comportam. Alguns bem aquinhoados, reclamam de tudo e até dos vencimentos, mesmo sabendo que recebem 3, 4, 5, 10 vezes mais que o companheiro ao lado no estúdio, ou na redação. São assim. Alguns bancam de superstar no estado que os adotou, mesmo sabendo que em sua terra natal não passam de reles mortais iguais a tantos outros, ou menores ainda. Outros acham que a luz que se propaga dos refletores incorporam seus 'pobres' seres. Pobres de espírito? Talvez nem seja a denominação correta. Esquecem, ou não conhecem a história da comunicação paraibana. São apenas peças num tabuleiro que podem ser substituídas num piscar de olhos do diretor ou proprietário da empresa onde prestam serviço. Isso mesmo. Prestam serviço apenas. Substituídos, serão apenas uma vaga lembrança dos mais próximos. E o gaiato de plantão grita lá da copa: qual o nome desse rapaz do sistema Gregoriano, da Arapuan? Lembrei. Nem o nome real ele usa. Usa o nome do seu genitor com um 'Filho' depois. Esse nem é o nome real dele. Ou seja... usa um nome que não pertence a ele querendo adquirir uma luz que ainda não tem. Como poderia dar certo? Só mesmo na Arapuan poderia ter alguém acreditando nesse apagão estrelar. Estamos de olho!!!

2 comentários:

Anônimo disse...

Se vcs nao sabem, o cebolinha citado ae, vai pra Tv Correio para o lugar de Fábinao Gomes, tirando o quebra galho " severinoooo.." Jomar Brandão do ar, ali só tem mafioso...

Anônimo disse...

Eu não entendo como esse cara pode ficar no ar. É o pior apresentador de todos os tempos da Paraíba. Nunca vi algo pior. A TV Correio, realmente, está um lixo. Carla Visani, minha filha, faça alguma coisa. Não dê seu nome a esse projeto tosco. Você merece mais. É talentosa demais para ficar se submetendo a isso.