terça-feira, 23 de julho de 2013

EFEITOS JAMPA DIGITAL

Nada como uma notícia bombástica pra mexer com nossos colegas jornalistas que ficam, uns saltitando e outros tristonhos, com o cérebro dando pinote. Queríamos ser uma mosquinha pra visitar alguns colegas de batente desde sexta à noite. O que foi de gente com insônia enquanto a Secom não se posicionava... Será que sobrou uma cartela de Gardenal nas farmácias da Paraíba? Mas as nossas capturas revelam mais que insônia. Revela descuido na pressa em escrever, principalmente quando envolve pessoas que nunca demonstraram qualquer possibilidade de deslize ou qualquer suspeita de envolvimento em qualquer ato irregular (essa foi boa). Quando as notícias falaciosas da Rede Globo se propagaram Paraíba afora, levantando dúvidas acerca de trajetórias ilibadas e insuspeitas de figuras que marcam a história do nosso Estado e da nossa Região, as reações se assemelharam a picos de pressão cardíaca sujeitas a infarto fulminante (eita frase bonita danada). Bem... Além das incertezas dos patrocinados, essa bomba do Jampa Digital provocou efeitos, erros, como os que capturamos no ClickPB, no blog do Petrônio Secom Tôrres e no blog do Marcone Cabeçabranca Ferreira. Parece que não existe mais regras como a que não aceita exceção: a das proparoxítonas. Além da 'íntegra' sem o acento, o Click ainda inventou dois pontos onde não existem. Petrônio escorregou feio no feminino acompanhado de masculino (será uma orientação sexual na Gramática?). Marcone Descuidado Ferreira inventou um acento que só quem pega o sinal do Jampa Digital pode explicar. Nesse caso... Ninguém. Estamos de olho e a procura o sinal do Jampa Digital pra aliviar nossa conta de internet!!! O gaiato de plantão garante que até o final da semana o velho Chico, Francisco, o Papa dá uma passadinha na Paraíba pra canonizar esse povo do Jampa.

Um comentário:

Anônimo disse...

Ao invés de questionar o posicionamento dos blogs, frente as graves denúncias envolvendo "ídolos de barro" da politica tabajara, o bucho fica insistindo(ridiculamente)em ser "a palmatória gramatical da imprensa tabajara".
Vocs querem ser os grandes criticos da imprensa, mas terminam repetindo os mesmos vícios dos criticados, ou seja, fazem "cara de paisagem" para as denúncias e promovem um estardalhaço quando se trata de falhas gramaticais.
Uma chatice!
Sejam jornalistas de verdade, investiguem e mostrem ao povo onde esta a verdade dos fatos neste escândalo do tal Jampa Digital.
Do contrário, fechem esta porcaria!