quinta-feira, 28 de julho de 2011

NOSSA BANDEIRA. NOSSA REPRESENTAÇÃO

Pedimos ao nosso leitor que faça uma rápida análise das bandeiras que estão acima. Qual a de cores mais pesadas? Qual provoca mal-estar? Qual a que deprime pelas cores e pela legenda? Agora olhe novamente e pense qual bandeira mais representa o estado da Paraíba? Qual a que é mais agradável de se ver? Qual estimula mais nossos sentidos patrióticos? Sabendo de antemão que podemos provocar debate, esclarecemos logo de início que não existe nenhum registro histórico quando à veracidade do “Nego” que teria sido dita pelo então presidente da Paraíba em 1929, João Pessoa. Ou seja, ele nunca teve tal posicionamento. Na bandeira atual (esquerda) só temos referências de negatividade: o inexistente Nego, a cor preta - luto e a cor vermelha – sangue. Na bandeira que foi substituida (direita) temos as cor, vida, representação. Quando fizeram a troca da bandeira após a morte de João Pessoa tudo foi fruto de comoção popular forjada pelos partidários do presidente morto e nada mais. Pelas representações do verde, do branco, do amarelo e não por símbolos depreciativos impostos pela força, é que nos unimos pelo retorno da bandeira anterior e inclusive pela volta do nome da nossa capital para Paraíba também. A partir de hoje este blog se une à campanha Parahyba Nossa Bandeira é a Cultura cujo vídeo pode ser visto no youtube com Luis Carlos Vasconcelos. A bandeira de um povo não deve representar sangue e ódio e sim uma história de orgulho e dignidade. Para assistir ao vídeo clique aqui.

8 comentários:

Anônimo disse...

Olá, Pessoal! so gostaria de esclarecer que o vermelho nao representa sangue, mas a cor da Aliança Liberal, coligacao para aquela campanha. Vamos apoiar a campanha de mudanca do nome, mas, com conhecimento de causa. abraço

@leo_micena disse...

Ta certo que João Pessoa morreu por crime passional, as cores da bandeira representam luto e sangue e blá blá blá e blá blá bla. mas o que importa isso agora. Temos coisa muito mais importantes para nos preocuparmos tais como a fome dos paraibanos, as casas que foram destruidas pelas chuvas que assolaram a capital, a falta de remédios nos postos de saúde, entre outras coisas. Isso é só mais uma manobra política do governo para tirar a atenção dos problemas que nosso estado vem enfrentando ultimamente, e a população abestalhada que é, desvia o foco das necessidades que nosso Estado realmente tem nescessitado.

Eu... disse...

Entre tantos assuntos relatados acima pelo @leo_micena acho que o fato de trazer de volta a bandeira original do estado deve ser debatida TAMBÉM. Está na hora de mostrar que o que vale aqui é a cultura de um povo e não uma política suja que vem se alastrando desde o início do século XX. Nâo estamos falando da mudança da bandeira e sim de trazer de volta a bandeira original.

Anônimo disse...

venho a concordar com o @leo_micena, pois o fato de trazer de volta a bandeira original, nao vai implicar em nada com o fim da politica suja citada acima, o que vai acabar com essa corrupçao sera a criaçao de leis que realmente punam esses politicos corruptos e nao deixem brechas para a impunidade predominar. o fato da bandeira nao implica em nada com o fim da corrupçao.

Anônimo disse...

Estão misturando alhos com bugalhos.
É claro que o estado tem seus problemas, e um deles com certeza é o nome inadequado da nossa capital(trocado na base do açodamento e pasionalismo chifrin)e essa horrorosa bandeira.
É simples: a constituição do estado prev~e a realização de um plebiscirto para o povo(este sim, soberano!)dizer se quer continuar com o nome oportunista e a tal bandeira idem.
Quem tem medo da Paraíba?Por que não querem que a usurpação do nome da capital seja corrigida?
Por que somos obrigados a engolir guela abaixo, um nome que só encanta os familiares do "homenageado" e meia duzia de puxa-sacos saudosistas?
As outras capitais brasileiras que homenagearam personalidades, fizeram de modo discreto sem personalismos arrogantes:Teresina,Florianopolis e Rondônia.
Vamos acordar Paraíba?

Breno Barros disse...

Li o post e os comentários acima. Não ignoro os problemas citados, mas acho de extrema importância "trazer à memória aquilo que nos dá esperança". A bandeira nova é a que está aí desde a morte de João Pessoa. Seja o vermelho sangue ou Aliança Liberal, precisamos das cores que foram nossas muito antes do crime passional. Mudar símbolos e o pensamento coletivo são determinantes para a Paraíba que sonhamos ver se consolidar. Que a consciência histórica e cultural do povo paraibano nos conduza à bandeira que está conectada aos valores basilares de uma existência feliz.

Anônimo disse...

Certa vez um filósofo diss:
"Um povo que não tem ou não valoriza sua história é um povo ignorante."
Precisamos desmistificar essa estória de João Pessoa Herói. Não desejo continuar com esse engodo. EM PROL DO MOVIMENTO "MUDA BANDEIRA DA PARAIBA"

lucio

Anônimo disse...

É engraçado como a primeira desculpa dos preguiçosos e acomodados é a de que "temos coisas muito mais importantes para nos preocuparmos tais como bla, bla, bla". Falar isso é ser muito "monotarefa", é ser muito apolítico. O Estado (Poder Público) possui, em sua enorme estrutura, várias esferas de atuação e todas (por incrível que pareça) atuam(!) ao mesmo tempo. Recado para os idiotas (tolos, desprovidos de bom senso): Tramitar a possibilidade de alterar algum símbolo estadual é algo possível e até previsto na legislação, podendo ser feito em paralelo à qualquer outra demanda pública, sem que isso atrapalhe ou reduza a eficiência de outro(a) órgão/setor/repartição/departamento/divisão/seção/sala/local da Administração.