quarta-feira, 7 de novembro de 2012

ASSESSORIA DA UFPB PROVOCA 'BARRIGADA' NA CABO BRANCO

Praticamento ao mesmo tempo em que a repórter Zuila David repetia a informação repassada pela assessoria de comunicação da UFPB dando como certa a indicação de um reitor tampão, ou seja, a nomeação de um interventor para assumir a cadeira do, até esta sexta, reitor Rômulo Nãoquerlargaroosso Polari, de Brasília vinha a notícia que a reitora eleita, pela maioria dos que compareceram às urnas, Margareth Diniz era nomeada pela presidente Dilma para suceder Polari. Se apoiar em fontes oficiais como se fossem detentoras de confiabilidade dá nesse vexame que vimos, em transmissão ao vivo, na TV Cabo Branco. O que nos deixa também envergonhados com nossa imprensa, que reproduz releases nada confiáveis, é ter constatado que o portal WSCom, até o momento desta postagem, não se deu ao trabalho de informar à população o ocorrido em Brasília. É de conhecimento de toda imprensa que durante este ano o referido portal serviu de base para o oficialismo da reitoria. Outros portais mais atentos correram logo em noticiar o final da novela, capturas acima, que vem se arrastando desde maio quando os ânimos se acirraram pelas bandas da Universidade Federal da Paraíba, a qual se revelou tão falível quanto qualquer outra instituição que não preza pelo bem do serviço público. As batalhas políticas de quem queria abrir as portas e de quem queria trancá-las fez com que situações escondidas fossem reveladas: a disputa pelo poder não se restringe às câmaras, às assembleias, aos palácios. Que os ganhadores façam um bom trabalho pela instituição e que os perdedores reflitam a respeito e que queiram o bem comum. Nós que somos remanescentes do curso de Jornalismo da UFPB esperamos, sinceramente, que a UFPB não esteja mais nas páginas judiciais Brasil afora. Estamos de olho!!!

Um comentário:

Anônimo disse...

A pauta foi produzida pelo estagiário!