quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

MEDO JORNALÍSTICO INSTITUCIONALIZADO

Uma preocupação nos toma conta. O futuro dos nossos colegas jornalistas, cada dia que passa, parece estar no fio da navalha. Como qualquer leigo sabe, os males da depressão, do estresse, da pressão alta são sintomas que se somam e provocam reações com o passar do tempo; em anos de somatização. Baseados nessas constatações é que alicerçamos nosso medo. É que, diariamente, ouvimos e vemos muitos colegas nossos relatando notícias e fazendo seus comentários deixando "transparecer", pela voz e pelas feições, que não se sentem seguros quando deixam escapar alguma crítica aos governos constituídos nos nossos municípios e principalmente no estado. Diariamente ouvimos coisas assim: a violência está tomando conta do nosso estado, (colado com essa frase vem a revelação do medo) apesar de todo esforço da segurança e do governador. E tem mais assim: a sociedade está com medo, mas acreditamos no trabalho que vem sendo desenvolvido no estado que vem reduzindo os índices de criminalidade. É o medo "jornalístico" cada vez mais pensando nos dividendos que podem ser angariados. É o medo de cobrar do governante de plantão, ou até  mesmo ferir a figura do governador e de alguns de seus secretários. É o medo do patrão chegar no pé do ouvido e dar um sermão por causa da verba da Secom que está por vir. É o medo de alguma ligação de algum desafeto jogando no ar as assessorias escondidas. É o medo instalado e institucionalizado. É tanto disfarce, no ar, pra não raspar nos detentores da caneta da Secom que dá pena ver e ouvir certos comunicadores desprovidos de senso crítico e mesmo de qualquer moralidade. É o jornalismo cada vez mais tendencioso e patrocinado, e assim se firmando, cada vez mais longe do que é o jornalismo. Estamos de olho e com pena daqueles que, se amanhã perderem o emprego, descobrirão que são apenas coisas descartáveis. Os ex-Paraíba FM sabem disso.

3 comentários:

Anônimo disse...

EI BUCHO ! Quem vai trocar , carrões , apartamentos na praia , belos salarios que são pagos fora do estado e em dinheiro,estar sempre perto do rei,."jornalistas e radialistas" estes que em sua maioria vem do alto sertão e não tinham literalmente nemhuma esperança na vida de nada , ai se pegaram com um microfone bancado por outro vendido , e todos juntos vieram se vender na Capital onde as verbas das secretarias correm mais soltas, uns ganhando bem para defender o governo e outros idem para atacar, e outros covardes para justificaren os erros do governos, e assim vivem os radialistas e jornalistas de JOÃO PESSOA ,a espera de mudança de governo para fazer o vice versa podre do jornalismo PARAIBANO.
o povo é burro.

Hellen Nascimento disse...

Vcs por acaso já viram os videocasts de Janildo Silva, no ClickPB? Definitivamente, essa matéria não combina com a linha editorial dele! Ele fala tudo e mais um pouco!

Anônimo disse...

Todo mundo tem um pouco de "B F" meus amigos.CONFIRAM a mais nova de Lucy Lima/Tv Paraíba(aquela da barata).É só ir no G1 videos/busca, e digitar "campinenses se preparam para levar samba para a avenida neste domingo".Chamar o entrevistado de "animal",como diz aquele programa da BAND,é DANTESCO !!!!!!!.Mais uma pro YOUTUBE???