quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

A DOR DA ALMA AO VIVO. NILVAN NÃO ESPERAVA

Quando Nilvan Ferreira deu espaço ao sr. Fábio para explicar sobre o desaparecimento da filha, não imaginava o que viria pela frente. Assistindo ao Tribuna Livre, desta quarta, pudemos ver o sentimento de um apresentador que não se deixou levar pelo sensacionalismo tão praticado por alguns comunicadores paraibanos. Nivan Ferreira ao entrevistar o pai da menina desaparecida, soube dar o espaço necessário para que entrevistado pudesse expressar toda sua dor em relação ao sumiço da filha. Uma dor que não existe analgésico capaz de aliviar. A dor da alma é inalcançável pelos métodos normais da medicina. E essa dor foi sentida pelo nosso colega Nilvan que em certo momento se mostrou incapaz de sustentar o sofrimento do pai que começava a invadir as palavras e as feições do apresentador. Nilvan prestou o serviço digno do comunicador que tem o poder de influenciar e transformar uma sociedade. Muitos leitores nossos acreditam que vivemos apenas para criticar com tempero de maldade, o que não é verdade. Criticamos em alguns momentos mais incisivos com o objetivo de alertar sobre péssimos exemplos jornalísticos que em nada colaboram para melhorar nosso estado. E nesta postagem vamos apenas citar o exemplo de Nilvan apesar de termos visto apresentadores de joelho numa encenação maldita de tentar sensibilizar o telespectador usando o nome de Deus em vão. Atitudes de seitas religiosas que não se coadunam com o jornalismo. Que Nilvan saiba se conduzir sempre da forma que presenciamos na manhã desta quarta. Que possa servir de exemplo aos demais. Que o choro que engasgou suas palavras possam ultrapassar as ondas televisivas alcançando, talvez, os responsáveis pelo desaparecimento de Fernanda na intenção de aliviar a dor da família. Que o sentimento que invadiu as cordas vocais do amigo Nilvan o sigam em sua trajetória o ajudando a melhor comunicar, ao melhor jornalismo tão em falta nas frequências paraibanas.

2 comentários:

Anônimo disse...

Esse apresentador faz a diferença.

Anônimo disse...

Eita Nilvan Nilvan. O gente boa. Homem do coração bom.