segunda-feira, 3 de setembro de 2012

PARAÍBA EM DESTAQUE

Nem inauguração de galpão, nem prisão de traficante deficiente físico. O que levou nosso estado a ser destaque em rede nacional, durante a semana que passou, foi a morte de uma galinha na cidade de Patos. Até Ana Maria Braga deu destaque para a repercussão ocorrida no interior paraibano. Neste domingo foi a vez do programa Pânico na Band mostrar, para todo o país, o quase feriado em Patos por causa da morte da galinha Rafinha sequestrada e trocada por crack. No programa Pânico cabe tudo e quanto a isso não entramos em questão já que faz parte da proposta do humorístico qualquer aberração que movimente a população e promova risos em quem vê. Infelizmente para nossa sofrida Paraíba, o que vem se mostrando do ano passado pra cá são situações depreciativas. Um estado que já sofre de dependência política do estado vizinho, um estado que se paga por um show de um artista como Zé Ramalho pra inaugurar um galpão caríssimo e que não tem serventia imediata, um estado onde se faz uma operação militar envolvendo 140 policiais e só se prende um deficiente físico, nada de anormal a morte de uma galinha virar destaque nacional. Até que a "reportagem" do Pânico não foi tão ruim, mas é assim que a Paraíba vem ocupando espaços na mídia nacional: quando não é problema na saúde pública, é político cassado ou envolvido em algum escândalo. Quando será que veremos uma uma notícia boa a nosso respeito? Estamos de olho!!!

7 comentários:

Anônimo disse...

Tem que dar os méritos a notícia da galinha a Edição de conteudo do Plêmica Paraíba, que saiu com a notícia e passou a ser retransmitidas em jornais locais.

Bruno Fimozzi disse...

Concordo.

Anônimo disse...

É impressão minha ou o Bucho Furado tem partido Politico? hahahahaha

Anônimo disse...

Quando a Paraíba não é destaque por tragédia ou por corrupção, é destaque pra servir de palhaça e o povo acha é bonito. Por isso que o estado tá do jeito que tá!!!

Anônimo disse...

Chupa que é de manga BF. Viva o Caso de Polícia.

Anônimo disse...

a bala comendo no centro, o povo morrendo nas portas dos hospitais, professores em greve, salário uma bosta e o povo reunido pra assistir uma galinha sendo enterrada...PURA PALHAÇADA

Anônimo disse...

Triste, ridículo, inacreditável foi ver Edilane encerrar o JPB com essa notícia da morte da galinha e, pasmem, logo depois os caracteres subirem EM SILÊNCIO! Sem fundo musical, do mesmo jeito que ocorre quando noticiam a morte de alguma celebridade, alguma pessoa de renome.
VERGONHA ALHEIA! Digo, vergonha da nossa Paraíba!