terça-feira, 17 de abril de 2012

VIATURA NOVA NA TV VIRTUAL

Estávamos nós a procurar um assunto para o deleite dos nossos fiéis seguidores quando fomos surpreendidos pela foto, acima, da mais recente aquisição da TV Virtual UFPB, postada no twitter oficial da candidata a emissora de televisão em nossa capital. Conforme o título na tuitada, a TV Virtual da Universidade Federal da Paraíba adquiriu “novo carro de reportagem”: uma Kombi. Isso mesmo uma Kombi. Somente mesmo na UFPB, onde parece que de tv ninguém entende quase nada, se expõe uma Kombi como carro de reportagem deixando a entender que é uma grande aquisição. Atenção cabeças pensantes da entidade: Kombi em televisão não é para fazer reportagem e sim para carga; equipamentos. No máximo locomover pessoas em um espaço curto. Qual conforto que uma Kombi oferece para uma equipe de reportagem? Mas além, muito além do desconforto que nossos colegas da “TV” Virtual UFPB irão desfrutar o que mais nos chamou a atenção foi o joguinho dos muitos erros que destacamos acima na foto divulgada via twitter. Atenção para os destaques:
1 – Canal 22 da Net – Não veicula nada local desde o ano passado, somente sinal de satélite.
2 – Canal 43 – Já tentamos sintonizar várias vezes sem sucesso. Não está no ar.
3 – A logomarca da TV Brasil, que vai ceder o canal para a UFPB, está posicionada de forma errada. Todo mundo sabe que uma marca deve ser preservada em todos os aspectos. Menos os experts da “TV” Virtual UFPB que deram uma leve girada na marca antes de colarem na lateral da Kombi. O gaiato de plantão grita lá da copa: aguarde as surpresas que poderão vir quando, um dia, essa emissora estiver no ar. Pra ninguém achar que estamos pegando no pé e coisa e tal, por telefone, disfarçadamente, descobrimos que nem estúdio essa “TV” possui. Dizem que estão construindo. Pelas recentes construções na UFPB sabe-se lá quando termina. Estamos de olho!!!

4 comentários:

Germano Barbosa disse...

Ooooxe...
E é muito engraçado o padrão de qualidade e de bom gosto na distribuição dos selos (logomarcas), de uma agressividade ímpar - verdadeira poluição visual.

Anônimo disse...

Também concordo que há muitas coisas erradas e muita gente que não sabe fazer televisão. Mas algumas coisas têm que ser apuradas antes de serem publicadas nobres colega. Por exemplo, dizer que tentou sintonizar o canal é um despropósito e uma desinformação de sua parte. A programação começará a ser exibida neste canal ano próximo dia 27 de abril, como já vem sendo alardeado pela própria emissora. antes que você venha fazer qualquer nova piadinha eu já vou adiantando que existe um período de testes em toda nova emissora, assim sendo, ela vai entrar somente com programação de rede e provavelmente com alguns problemas. Processo semelhante deve acontecer no canal 22, que só passará a ter programação local quando o canal aberto também tiver. Quanto a disposição do logo, realmente teve algum gênio que rotacionou!
Por último, reconheço que as falhas são inúmeras no que diz respeito à fazer televisão, mas qual emissora da capital paraibana faz bem feito? Gostaria de saber de uma das que temos que possamos nos orgulhar da programação e do conteúdo? Ou mesmo do material humano?
Tirando casos isolados, tudo o que temos no que tange a televisão é deficitário, basta ver a sanguinolência no hora do almoço. E mesmo quem dizia ser diferente (TV Cabo Branco) hoje se vê obrigada a acompanhar as demais para suprir uma demanda por violência exacerbada do público local.

Não vou me estender muito, pois se fossemos enumerar problemas em TVs paraibanas eu precisaria de uma coluna no blog.

Abraços e continuem com o trabalho.

Anônimo disse...

Parabenizar ao amigo acima que se baseia em maus exemplos para explicar a incompetência da "nova" tv. Os piores profissionais se amparam nos maus resultados dos outros.
Com relação a kombi, não é a primeira tv que eu vejo adquirir um veiculo como este para uso diário na produção de matérias jornalisticas. Vou adiantando, isso é um verdadeiro "inferno". Não se admirem com as reclamações da equipe. Mas nem tudo está perdido. Basta colocar um condicionador de ar de uso doméstico instalado no teto da kombi. Deve ajudar a amenizar o calor. OUtra coisa, o pobre do motorista vai ralar pra estacionar este veículo numa cidade que tem pouquíssimos estacionamentos disponíveis. E se deslocar no trânsito?? "É ótimo!"
Mesmo assim, desejamos boa sorte para este novo momento da TV UFPB e que se torne de vez uma emissora de televisão,porque, por enquanto, de televisão a UFPB possui apenas as letras "T" e "V".

Anônimo disse...

São muitas as deficiências técnicas e de material humano que a TV UFPB vai ter que contornar!!! De uma coisa a atual diretora, Sandra Moura, parece não se lembrar: de que vai ser praticamente impossível levar essa TV só contando com funcionários públicos!!! É preciso que se contrate mais gente - se é que é possível - já que existe uma lei que proíbe tal medida!!! Mesmo assim, na medida do possível, não tenho dúvidas de que vamos ter uma grande alternativa de televisão aberta no nosso estado!!! Seja bem-vinda, TV UFPB!!!!!!!!